A telemedicina está relacionada à prática médica realizada à distância, o que é feito com uso das tecnologias de comunicação e com a internet.

Ela já uma realidade em muitas regiões e facilita o atendimento e o acompanhamento de pacientes em diversas situações, além de ser uma ferramenta para fornecimento de laudos online e capacitação de profissionais da saúde. Acompanhe o texto e entenda os principais casos em que a telemedicina é aplicada atualmente.

Atendimento em locais de difícil acesso

Uma das grandes vantagens da telemedicina é a possibilidade de realizar atendimento a pacientes que estão em local de difícil acesso ou em cidades que não contam com determinadas especialidades. É o que acontece, por exemplo, em cidades do Rio Grande do Sul e do interior do Piauí, nas quais pacientes do SUS são atendidos por especialistas que estão em outras regiões.

Muitas cidades do interior do país não contam com médicos em determinadas especialidades, que muitas vezes, só são encontrados nas principais capitais e a telemedicina é uma alternativa para facilitar o acesso e evitar que as pessoas tenham que se deslocar para outras cidades em busca de atendimento.

Troca de informações com outros médicos

A tecnologia também facilita a discussão de casos clínicos e a troca de conhecimento com outros especialistas. Por meio de aplicativos de comunicação ou videoconferência, por exemplo, os médicos podem trocar informações com profissionais em outras regiões de forma rápida e prática.

Atendimento pós-consulta

A facilidade da comunicação também permite que a consulta de retorno seja feita de forma online. Dessa maneira, o paciente não precisa ir até o consultório para finalizar o tratamento e pode fazer isso do local que achar melhor com o auxílio de uma plataforma para pós-consulta.

A tecnologia é positiva, pois minimiza as faltas da consulta de retorno e fornece mais uma opção de atendimento para quem tem dificuldade de locomoção, rotina corrida, que mora longe do consultório ou clínica, entre outras situações.

Acompanhamento de pacientes com doenças crônicas

A telemedicina também vem sendo utilizada para o acompanhamento de pacientes com doenças crônicas e  estudos americanos comprovam que ela é tão eficiente quanto o atendimento presencial no caso de crianças com asma.

Em Salta, na Argentina, por exemplo, pacientes com problemas cardiorrespiratórios são monitorados mensalmente com o apoio da telemedicina, o que evita o deslocamento de pessoas que moram em regiões distantes ou que não tem recursos financeiros para arcar com a viagem.

Um Centro Clínico de Portugal também realiza o monitoramento de pacientes com a ajuda da tecnologia e da internet. O paciente faz a medição da temperatura, tensão arterial, oximetria e pedômetro, depois disso os dados são enviados para a clínica e se eles estiverem fora do normal o paciente é encaminhado para o hospital. O acompanhamento da doença e a detecção de sintomas precoces permite antecipar o atendimento e evitar casos de urgência.

A telemedicina é um avanço para a área e se apresenta como uma ferramenta para atendimento, acompanhamento médico, troca de conhecimento, capacitação de profissionais, entre outras situações, sendo positiva para modernizar procedimentos, reduzir distâncias e otimizar o tempo dos profissionais.

Quer saber mais sobre a pós-consulta online? Entre em contato e conheça a plataforma Doctor Konnect!

CategoryTelemedicina

© Todos os direitos reservados - Doctor Konnect

Desenvolvimento:    Kernel Solutions